Alentejo: o “Segredo Mais Bem Guardado” de Portugal

O Alentejo tem sido considerado como “o segredo mais bem preservado de Portugal”, pelo facto de o seu evidente potencial turístico ainda não ter sido devidamente aproveitado, quer pelos visitantes estrangeiros, quer pelos turistas portugueses. Deixamos algumas sugestões de visita que, no conjunto, formam um destino turístico capaz de o surpreender:

Elvas

O seu clube de futebol já não tem a força de outros tempos, mas as suas muralhas totalmente preservadas e o seu caráter de cidadela militar ajudaram a que Elvas tivesse sido classificada como Património da Humanidade pela UNESCO.

Mértola

A sua presença imponente sobre o Guadiana, outrora a grande via de comunicação desta zona da Península, deixa antever o passado glório desta cidade romana e muçulmana.

Vila Viçosa

O Paço Ducal foi a última residência dos reis de Portugal e continua a surpreender pela sua magnificência, numa região onde o mármore é uma matéria-prima de uso corrente.

Borba

A Adega Cooperativa deste município do distrito de Évora, servido pela autoestrada A6, convida os enoturistas a experimentar e a fazer compras como se estivessem numa livraria, saboreando os vinhos intensamente e com prazer.

Marvão

Moram menos de 1000 pessoas no perímetro medieval, mas a vila amuralhada parece chamar os visitantes a subir ao alto da serra de S. Mamede e a contemplar a imensa planície alentejana.

Porto Covo

Escolha uma das diversas praias separadas do centro da aldeia pelas altas falésias, experimente a melhor gastronomia alentejana nos restaurantes baratos e, no verão, apanhe o barco até à ilha do Pessegueiro. Lembre-se da músichqdefault (1)a de Rui Veloso e da baixa pombalina lisboeta: a Porto Covo “moderna” foi planeada de raiz, na viragem do século XIX, para explorar os terrenos agrícolas da região, e o seu traçado ainda traduz as ideias que, décadas antes, presidiram à reconstrução de Lisboa.

Reguengos de Monsaraz

Esta foi a Cidade Europeia do Vinho em 2015, uma iniciativa promovida pela Rede Europeia de Cidades do Vinho e que se assemelha às Capitais da Cultura. Vá até lá e descubra porquê!